E aí galera. Bom falar de nós mesmos é complicado. Vou tentar ser breve a meus respeito. Escuto rock desde a barriga de minha mãe hehe. Minha mãe gostava muito de queen, rpm e paralamas do sucesso, já meu pai sempre gostou de queen, led zeppelin, ac/dc e deep purple.

Sempre escutei estas bandas quando era pequeno, e até os 9 anos não conhecia outras bandas. Naquela época era difícil conhecer sons diferente pois não existia a grande rede chamada internet. Nem computador tínhamos naquela época já que era década de 80. Com 9 anos conheci metallica e guns n’ roses. E principalmente o guns foi o que fez mais parte de minha infância até os 18 anos quando comecei a conhecer outras bandas como sabbath, hendrix, uriah heep e assim por diante. Passei pelo metal e pelo grunge também e algumas bandas ainda fazem parte de meu setlist. Meu interesse pela guitarra se deu com 19 anos, quando comecei meus primeiros acordes.

Comprei minha guitarra de forma sacrificada já que não tínhamos dinheiro e eu apenas estudava. Foi uma Gibson Ephiphone Stratocaster. Fiquei com ela durante 10 anos. Aprendi a tocar os acordes mais básicas de certa forma rápido. E isto me atrapalhou, na época eu descobri o grunge e o punk rock, sons que não exigiam muito conhecimento. Os professores que peguei aula, apesar de serem bons professores eu não conseguia compreender o que eles diziam, um pouco pela minha imaturidade, falta de atenção, a maior parte pela preguiça de se esforçar e estudar e uma parte pela falta realmente de entendimento. Com estes “conceitos” em minha cabeça acabei preso em nirvana. green day. mxpx, nofx, ramones entre outros sons simples que geralmente tocamos quando estamos começando a fazer os primeiros acordes.

Com o passar dos anos acabei ficando frustrado por não conseguir tocar outros sons como o bom e velho rock clássico, o blues, o heavy metal. Para comprar os móveis da minha casa acabei vendendo meu equipamento, que era simples. A Strato Ephiphone, uma pedaleira boss me6, um wah-wah shelter e um amp warmmusic 15watts.

Com o passar de três anos eu não resisti e voltei a tocar, ganhei uma guitarra em uma troca de serviços, comprei mais equipamentos e comecei a estudar. Porém agora, voltei para me dedicar e aprender tanto guitarra como música.

Estou a um ano estudando, comecei aula com um excelente guitarrista e grande amigo chamado Cleverson aqui de minha cidade, e atualmente estou pegando aulas com o Pedro Carpinetti onde tem me ensinado guitarra e música em conjunto.

A luta para o aprendizado é árdua e tem que persistir, não desanimar e sempre prosseguir. Espero que esta história possa incentivar outros que tenham desanimado e quem sempre quis tocar e acha que não consegue tocar.

Um abraço a todos.

?php echo $value->post_title; ?>

Willians Ribeiro
Engenheiro da Computação e Guitarrista

Engenheiro da computação, atuando na área de e-commerce (plataforma magento). Guitarrista nas horas vagas e um pesquisador a respeito de mitologias, lendas, história, cultura entre outros conhecimentos.